“Uso da Crase”

Um dos grandes problemas e, consequentemente, um dos grandes erros de português é o uso da crase.

crase capa

Aquele ‘tracinho’ virado pra esquerda. Então. Ele mesmo. Confira agora umas das dicas pra você nunca mais errar na hora de crasear alguma coisa….

Uso da Crase

 A crase é usada na união da preposição “a”, exigido por um verbo, e o artigo “a” exigido, ou não, pela palavra seguinte.

Nota: a crase só é utilizada para palavras no feminino, NUNCA no masculino.

Exemplo: Ele obecede (a) (a) lei – Então, Ele obedece à lei.

[pois o verbo obedecer exige a preposição “a” e a palavra lei, por ser feminina, pede o artigo”a”]

1.       Pronomes possessivos e demonstrativos – (minha, tua, sua,…, este, aquele, aquilo)

a. Escrevi uma carta à (a) minha amiga – facultativo.
b. Refiro-me àqueles que estão aqui. – usa-se crase pois o verbo “referir” exige a preposição “a” que se junta ao artigo “a” de aquilo.
c. Todos assistiram àquilo.
d. Dê o livro a esta aluna. – sem crase

2.       Nomes de pessoas e lugares

a. Vou a Brasília. – não tem crase, pois Brasília não necessita do artigo a.
b. Vou à Brasília de J.K. – aqui tem hífen, pois Brasília está sendo especificada.
c. Vou à Bahia. – aqui usa-se a crase, pois Bahia necessita do artigo a, mesmo não estando especificada.
d. Vou à Bahia de J.A.
e. Enviei um bilhete à/a Vera. – aqui o uso da crase é facultativo, porque o nome Vera não necessita do artigo a, então escreve-se dos dois modos.

3.Pronomes de tratamento.

a. Fiz companhia à senhora.
b. Fiz companhia a Vossa Excia. – aqui não se usa crase.

4. Palavra feminina subentendida

a. Só uso sapatos à Luiz XV. – aqui usa-se crase, pois “LUIZ XV” refere-se à “MODA LUIZ XV”
b. Cortar cabelo à Sansão.

5. Pronomes relativos – (que, o qual, cujo, quem)

a. Descobri a revista à qual você se referiu. – com crase
b. Esta é a mulher a quem obedeço. – sem crase
c. Este é o livro a que aspiro.
d. Sua caneta é igual à que comprei. – aqui usa-se crase pois se refere a “AQUELA”

6. Palavras terra/casa – Nunca se usa crase para essas palavras, a não ser que elas estejam especificada.

a. Cheguei a casa.
b. Voltei à casa de meus pais.
c. O marujo desceu a terra.
d. Voltou à terra de seus avós.

7.Locuções prepositivas sempre se usa crase.
À vista de, à espera de, etc.

8. Locuções conjuntivassempre se usa crase.
À proporção que, à medida que, etc.

9. Locuções adverbiais femininassempre se usa crase.
À noite, às pressas, à tarde, etc.

10. Numerais antes de “horas”se puder trocar o numeral  por “ao meio dia” então usa-se crase.
a. O jogo começou às 7 horas. (ao meio dia)
b. Estou aqui desde as 7 horas. (o meio dia)

11. Palavras repetidasnunca se usa crase.
Estava frente a frente ao inimigo.

12. Palavra “distância”usa-se crase se estiver especificado.
a. Vi um barco a distância.
b. Vi um barco à distância de 40 km.

Obs.: Com as locuções adverbiais de instrumento e com a palavra até, é facultativa.

  1. Escrevi à/a máquina.
  2. Vou até à/a cidade.

Dicas:

  • Antes de verbo não tem crase.
  • A palavra você não pede artigo feminino.
  • Artigo “a” no singular, antes de nome feminino no plural, nunca usa-se crase.
  • “Há” somente é usado quando for passado e ter sentido de existir.

 

Elton Barbosa – Lupa Literária
@EltoonBarbosa – @LupaLiteraria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s