Confira Cinco Livros Que Foram Inspirados em Pinturas

01. A Dama e o Unicórnio.

Imagem

“A Dama e o Unicórnio” é uma rica e intrigante história sobre a paixão e o preço de uma criação artística, a literatura tecida por Tracy Chevalier. Ela prova que as obras de arte nunca perdem seu poder: seguem continuamente inspirando vidas e outras formas de arte através dos séculos.

02. Eu, Monalisa.

Imagem

Mais de uma década depois do assassinato de um mecenas da tradicional família Medici, a cidade de Florença cai sob a influência de um monge fanático, que destrói peças de arte e manda homens para a morte. A bela Madonna Lisa, ajudada por Leonardo da Vinci, precisará de coragem e astúcia para desvendar a teia de amor ilícito, traição e perigosos segredos que a liga ao crime do passado e ameaça sua vida. Há uma verdade oculta por trás do sorriso mais famoso da história. E a própria Mona Lisa irá desvendá-lo.

03. Moça com Brinco de Pérola.

Imagem

História e ficção se misturam no aclamado romance, de Tracy Chevalier, que permaneceu 50 semanas na lista dos 10 maiores best-sellers da Publishers Weekly e do New York Time Book Review.

04. O Código da Vinci.

ImagemUm assassinato dentro do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. Mesclando os ingredientes de uma envolvente história de suspense com informações sobre obras de arte, “O Código Da Vinci” prende o leitor da primeira à última página.

05. O Quadro da Menina de Azul.

Imagem

Num momento de grave crise pessoal, a escritora Susan Vreeland buscou refúgio na arte e redescobriu a obra do holandês Vermeer (1632-75), artista que integra a galeria dos mestres universais da pintura, ainda que tenha deixado apenas 35 quadros. E se tivesse havido mais um? – a escritora se perguntou. E se mais um tivesse sobrevivido ao descaso, aos acidentes, ao roubo, às catástrofes naturais?
É a história desse quadro imaginário que ela narra neste romance, capturando, com a palavra escrita, a beleza misteriosa que o grande pintor fez emanar de sua paleta.

Henrique Fonseca – Lupa Literária
@henriquefonse – @LupaLiteraria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s